segunda-feira, 24 de setembro de 2007

Uma ovelha. Nem negra, nem desgarrada.




Querem fazer de nós um rebanho de cordeiros que não berram ao ir para o matadouro.
Péra aí! sujeito oculto: eles.
Eles quem? Os pensadores da falida política da verticalidade, da representação.
Parece, para "eles", que não há outro caminho possível, depois da "derrocada" do século XX (campos de extermínio e armas nucleares). Olvidam (gostaram do olvidam?) Tá bom, esquecem, parece que de propósito, que toda a tecnociência com fins bélicos um dia se "civiliza", na feliz definição de Paulo Sérgio Duarte, quer dizer, vem servir aos civis.
Comigo não, violão! Não sou mais cabrito, aliás nem sou mais cabrita, sou uma ovelha a pastar num campo sem cercas, berrando baixinho de vez em quando, só para não me esquecer de todo a minha natureza de ovelha.
A Internet, por exemplo, só para ficar num campo mais próximo, foi desenvolvida para fins militares, no auge da guerra fria. Hoje é esse território livre que todos conhecemos, possibilitando dar vez e voz a uma multidão cada vez mais crescente, "monstruosa" mesmo, no dizer de Ivana Bentes, de singularidades. E tome-lhe criatividade, engenhosidade humana desenvolvendo novos e surpreendentes desdobramentos e possibilidades.
O menino de 17 anos que desbloqueou o I-phone, por exemplo, é um ícone desses novos tempos de inusitadas revelações.
"Eles" querem política? Então, tá. Um adolescente na frente de um computador, eis a nova célula revolucionária.

3 comentários:

orlando camargo disse...

E que essas células possam se unir em prol de causas que o mundo, um dia, vá agradecer...

P.S: Valeu por ter linkado o 'acid', to retribuindo, não só por retribuir, mas porque vc merece... também depois de um texto "ácido" desses!!

bjs!

Jose Fausto disse...

Oi Mery,
E quem diria que a tão sonhada anarquia viria daí,ou viria a dar nisso.
A internet é sem dúvida, a forma mais anárquica e caminhando para se tornar tambem, a mais ascessível de todas as ferramentas que o homen construiu.
É muito bom saber que o tiro saiu pela culatra!!Dos homens que civilizaram a humanidade,ou que sonham em manipulá-la.
Para não deixar dúvidas do poder dessa anárquica ferramenta, estou aqui do Japão a me deliciar das suas ácidas,doces e reveladoras provocações.Mas poderia estar retirante numa aldeia no Alto Xingu,ou numa lan house no Vale do Jequitinhonha,ou com um portátil na Africa,num café na Europa descortinando, discutindo e debatendo assuntos tão universais que vc traz em sua página
Parabéns pelo Blog!!!
Beijos em Loy(este vira-lata sedento de afagos)

cacos meus botoes disse...

Orlando: obrigada pelo seu comentário tão necessário: é claro que essas células já estão se reunindo em prol de causas como a de Mianmar, por exemplo, post mais recente.

Ziquinha, meu amor: Não acredito q "cacos" já chegou no Japão. Japão? É isso q dá ter um irmão tão lindo como vc, tão universal que vai do Xingu à Europa, passando pela África. E não esqueça de Mianmar! Todos juntos por Nianmar agora, porque se depender da nossa política externa, já viu, né? grande beijo pra naninha e obrigadíssima pelo comentário tão carinhoso. O vira-lata carente de afagos também agradece. c.